Marcelo Caldi | “A sanfona é meu dom”

Event Info

19:00
10 e 11/05/2018
Auditório Radamés Gnattali
  Marcelo Caldi é um dos principais sanfoneiros em atuação no Brasil e, em seu novo álbum, “A sanfona é meu dom”, o instrumentista revela o lado amadurecido do compositor, em 11 faixas inéditas, destacando parceiros como Hamilton de Holanda, Maurício Carrilho, PC Castilho, Sérgio Ricardo e Silvério Pontes. A nova safra vem depois de três anos em que Caldi lançou o mais recente EP, “Maré cheia, maré baixa”, também de autorais.
 
 

Em quase duas décadas de carreira, o músico passeou entre a música popular e a música clássica, a partir da criação de arranjos para orquestras sinfônicas sobre temas populares de Luiz Gonzaga, Geraldo Azevedo e outros. Apresentou-se como solista de acordeon na Orquestra Petrobras Sinfônica, Orquestra Sinfônica Nacional da UFF, Orquestra Sinfônica do Recife e Orquestra Sinfônica da Cesgranrio. Lançou em 2015 a composição “Alma carioca”, interpretada pela Orquestra Petrobras Sinfônica, em homenagem aos 450 anos do Rio de Janeiro. É fundador e maestro da primeira Orquestra Sanfônica do Rio de Janeiro, em que desenvolve um método contemporâneo de aprendizagem do fole. Ganhou em 2012 o Prêmio Funarte Centenário de Luiz Gonzaga, para publicação do livro “Tem sanfona no choro”, editado pelo Instituto Moreira Salles (IMS), incluindo transcrições inéditas de partituras de choros de Luiz Gonzaga.

 

 <--  Compre seu ingresso aqui! -->

   


Mídias:

 

curta nossa página

Parceiros: