O Carnaval de Pixinguinha

Detalhes

19:00
21/02/2019
Auditório Radamés Gnattali
Dentre as múltiplas facetas de Pixinguinha, é provável que a de arranjador seja a menos prestigiada – ele é certamente mais celebrado como o compositor de alguns dos maiores clássicos da música brasileira ou como um intérprete virtuoso, tanto na flauta como no saxofone. Os arranjos de Pixinguinha, porém, foram absolutamente decisivos na consolidação da música popular tal como conhecemos hoje. Tendo trabalhado intensamente na indústria fonográfica e no rádio, a partir da década de 30, Pixinguinha deu formato à sonoridade do samba e da marchinha de carnaval, trazendo para os estúdios de gravação sua experiência como diretor de ranchos carnavalescos – agremiações precursoras das escolas de samba. Em dezenas arranjos para estrelas da música da época, como Francisco Alves, Mário Reis, Carmen Miranda ou Silvio Caldas, Pixinguinha desenvolveu uma assinatura inconfundível, trazendo a percussão dos morros para o centro da escuta, criando introduções e intermezzos que muitas vezes se tornavam mais famosas que os próprios temas, ilustrando musicalmente o que era cantado nas letras em uma coleção de sofisticados efeitos orquestrais. O Carnaval de Pixinguinha revive essa produção genial através de alguns dos arranjos originais, escritos pelo mestre e publicados em 2014 pelo Instituto Moreira Salles (guardião do Acervo Pixinguinha). No repertório, polcas, maxixes, tangos brasileiros, sambas e marchinhas de carnaval, que mostrarão como a verve de Pixinguinha segue viva e mais atual do que nunca em nossa música.

Orquestra do Rancho Flor do Sereno
Flauta – Tomaz Retz
Clarinete - Lena Verani
Sax Alto – Rui Alvim e Denize Rodrigues
Sax Tenor – Pedro Paes
Trompete – Aquiles Moraes
Bombardino – Everson Moraes
Tuba – Thiago Osório e Jonas Hocherman
Violão –Paula Borghi
Cavaquinho – Jayme Vignoli
Percussão – Marcus Thadeu, Magno Julio, Gabriel Leite, Oscar Bolão
Direção musical – Paulo Aragão

Participações especiais:
Nina Wirtti, voz Pedro Paulo Malta, voz Pedro Miranda, voz

Sobre a Orquestra do Rancho Flor do Sereno
O Rancho Carnavalesco Flor do Sereno foi fundado em abril de 2000, tendo como mentor o compositor Elton Medeiros e como diretores um grupo de músicos, artistas, jornalistas e professores interessados em reviver e renovar a tradição musical dos ranchos carnavalescos do início do século XX. Os ranchos foram riquíssimas agremiações musicais, precursores das escolas de samba, que tiveram como colaboradores compositores e músicos do porte de Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Anacleto de Medeiros, Bonfiglio de Oliveira, entre outros. O Flor do Sereno lançou em 2007 seu CD, mesclando a rica e esquecida tradição de ranchos como o Ameno Resedá e o Flor de Abacate a novas músicas compostas por alguns dos mais importantes compositores cariocas da atualidade (como Elton Medeiros, Cristóvão Bastos, Mauricio Carrilho, Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc).Entre 2000 e 2012, o Flor do Sereno atuou ativamente no carnaval do Rio de Janeiro, com desfiles e shows. Agora, em 2019, a Orquestra do Rancho Flor do Sereno se reúne mais uma vez!

Compre seu ingresso aqui!


Mídias:

 

curta nossa página

Parceiros:
EPM